07 setembro 2005

Consulta externa no hospital

Ontem tive consulta de ginecologia.
Estava marcada para as 13:30, mas a médica só chegou às 15:00.
Começou por perguntar pela eco pélvica e os exames que tinha pedido.
Não levei nenhuma eco comigo, pois a última que tinha feito tinha sido para ver se o organismo estava limpo após o aborto que tive a 8 de Março deste ano.
Falei que as análise de sangue tinha feito, mesmo no hospital (deveriam estar então na minha ficha clínica). Lá a médica achou as análises e o relatório do Papanicolau.
Estes exames está tudo bem.
Como não me passou pela a cabeça que teria de levar a eco de após o aborto a médica lá deu o seu recado (como costuma fazer muitas vezes).
"Que se voçês tivessem que pagar as ecos, não se esqueçiam delas"; "Custa caro ao hospital"; "Se pagassem 14 contos pela eco, não a extraviavam"; "Que vieste então cá fazer sem exames? Viste à consulta sem os exames", e bláblábláblá.
Falar para quê?
Responder ao mesmo nível?
Mas responder o quê?
Poderia dizer muito bem que faço os descontos do meu vencimento para ter acesso a esses exames grátis.
Mas, para quê? A médica também trabalha na função pública sabe muito bem que fazemos descontos para isso.
Mas enfim achei que o melhor seria não dizer nada. Não me fosse enrolar, visto realmente eu não ter levado a eco.
Pediu os registos das tensões arteriais.
Disse que deixei de o fazer visto a tensão andar sempre normal.
Lá veio outra vez o recadinho. "Tens que registar sempre a tensão arterial"; "Não sou tua mãezinha para me preocupar com essas coisas". "Eu é que me preocupo com voçês, com os vossos casos clínicos"
Ora se ela é uma técnica do ramo da saúde não tem a obrigação de fazer bem o seu trabalho? Tal como nós temos que fazer o nosso bem feito.
Mas enfim, respostas para quê?
Lá registou os dados que tinha feito até Junho.
Isso de andar a ir medir a tensão 2 vezes por semana ao longo de vários meses e verificar que anda sempre bem, acaba por fartar.
Sei que é a minha saúde que está em jogo, mas tenho muito mais coisas na vida para me preocupar.
Do mioma disse que eu fosse uma vez por ano à minha médica de família, que está lá no meu processo, aquando a alta do parto.
Nem tenho ido a consultas para mim, não precisei, não fui.
Terei que falar com a minha médica de saúde, visto já não ir ser mais seguida pela consulta externa, pois a médica diz que não tenho caso clínico para ser seguida por lá.
Claro disse que se voltasse a engravidar para lá voltar.
Quando começei nas consultas de gravidez com esta médica, ao verificar que tenho um mioma, disse porque não tratei dele antes de engravidar? Não percebo como agora já não precissa de tratamento.
Mas o mais engraçado é que voltou a me alertar para o facto de na minha idade haver problemas cromossómicos no bébé, do mioma puder provocar aborto ou parto prematuro.
Ai se eu tivesse possibilidades claro que não me ia sujeitar à consulta externa e ia à privada.
Pena não puder ser seguida na gravidez pelo Centro de Saúde.
Temos que nos sujeitar a essas coisas ou a não vigiar a nossa saúde.

12 comentários:

  1. Tu realmente tás com um azar!! Pois, mas vá, tem cuidado com a tua saude, nem que para isso tenhas que fazer exames todos os dias, ok?A Saude é o mais importante! Bjinhos e muita paciência! ***********

    ResponderEliminar
  2. Ai que estou com comichões, essa médica tira do sério qualquer um...Não tens mesmo hipotese de pagares a um particular?

    Bjs
    Carla

    ResponderEliminar
  3. Porque não te inscreves num seguro qualquer.

    Garanto-te que vale a pena. Tinha alguns médicos da "caixa"- serviços sociais de saúde" e era sempre tudo a despachar. Desisti.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Realemente, não vale a pena ligar, tens de olhar pela tua saude, tens o teu tesourinho.
    Beijinhos e Fica bem.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  6. Mas menina, você não anda com sorte com estas mulheres heim? Ave Maria, mexer com médico é fogo!

    Fique com Deus, que ele te dê muita paz de espírito, porque tá difícil deste jeito né?

    ResponderEliminar
  7. Ai, miga, parece q ultimamente só tens encontrado gente q não interessa a ninguém! É dose!!!... Porque não apresentas uma reclamação contra essa médica? É por nunca dizermos nada q eles vão fazendo o q querem e bem entendem...

    Olha, Ana, não consegues mesmo ir ao particular? E um seguro de saúde? Eu tenho Médis (através do meu marido) e é óptimo! Lembra-te q a tua saúde está primeiro e deves ser sempre seguida e por alguém decente! Não por pessoas q estava melhor a tratar de galinhas...

    As melhoras e força p enfrentares essa gente!

    Mtos beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Que confusão: trata, não trata...
    Retrata mesmo o país que temos...
    Beijos e muita paciência

    ResponderEliminar
  9. Oh miga,
    não te deixes abater por essas conversas estupidas....temos mesmo é que ter paciência.
    Tenta fazer um seguro como as meninas atrás já mencionaram. Eu tenho o Medicall da Allianz e garanto-te que vale a pena.
    Parabéns pelo novo blog !
    Beijinhos grandes
    Márcia

    ResponderEliminar
  10. Mais uma vez obrigado pela tua visita ao meu blog.
    E, como sempre, a deixar um comentário bem simpático.
    Jinhos

    ResponderEliminar
  11. Olá,

    Xiça...que médica essa.

    Pensa mesmo em teres um seguro de saúde, vale a pena. Eu fartei-me do Centro de Saúde, parece que nos estão a fazer um favor, nem a reclamar eles tomam atitudes decentes.

    Tenta pelo menos mudar de médica.

    Beijinhos

    Raquel

    ResponderEliminar
  12. OLÁ ANA
    DESCOBRI ESTE TEU NOVO BLOG, QUE ENGRAÇADO!
    Á COM CADA UMA, QUE MÉDICA ESTÚPIDA! DÁ VONTADE DE RESPONDER, MAS RESPONDER N ADIANTA NADA, ÁS VEZES SÓ PREJUDICA!
    BEIJOKAS
    CATARINA E JOÃO

    ResponderEliminar

Bem vindo a este cantinho

Selinhos